Quinta, 23 de Setembro de 2021
33°

Poucas nuvens

Teixeira - PB

Geral Luto

Catingueira lamenta morte da ex-prefeita Zuíla Pires - Veja sua trajetória

Em nota, a Prefeitura Municipal de Catingueira decretou luto oficial e lamentou a morte da ex-gestora.

30/07/2021 às 10h14
Por: Vitinho Galdino Fonte: A Tribuna do Sertão
Compartilhe:
Foto- A Tribuna do Sertão
Foto- A Tribuna do Sertão

A morte da ex-prefeita de Catingueira, Dr.ª Zuíla Pires, de 78 anos, na noite desta quinta-feira (29), gerou grande comoção e tristeza no município do Sertão da Paraíba. 

De acordo com informações fornecidas por familiares, ela teve uma parada cardíaca em sua residência no bairro Jardim Oceania, na zona leste de João Pessoa: "Cheguei a tempo de vê-la ainda com vida…presenciei o momento em que seu coração parou e tentei, com todas as minhas forças, trazê-la de volta…vieram reforços, mais médicos, duas equipes com material para reanimação e ela ainda voltou por alguns instantes, a tempo de ser socorrida até o hospital, onde teve nova parada e não mais resistiu…", relatou a neta Rafaela Montenegro, que é médica.

Era servidora pública federal aposentada e viúva a 13 anos do Desembargador Paulo Montenegro Pires, primeiro presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (Paraíba).

Em nota, a Prefeitura Municipal de Catingueira decretou luto oficial e lamentou a morte da ex-gestora: “nossa solidariedade aos familiares e amigos e expressamos o nosso mais profundo pesar". 

"O homem não morre de todo, quando os seus feitos são lembrados."

Padre Manuel Otaviano de Moura

Nascida aos 03 de janeiro de 1943 em Santana dos Garrotes, Zuíla Rodrigues Montenegro Pires, casou-se religiosamente com efeito civil em 25 de junho de 1960, aos 17 anos de idade, com o prefeito à época do município de Piancó, Desembargador Paulo Montenegro Pires (1933 - 2008), natural da cidade de Catingueira e irmão do ex-prefeito Genival Montenegro Pires (in memoriam). Dessa união matrimonial, nasceram cinco filhos, sendo eles: Mônica Helena; Socorro de Fátima; Plácido Pires; Samara Keila e Christiany Zuila.

Radicada nos municípios de Catingueira e João Pessoa, Dr.ª Zuíla Pires ingressou na política catingueirense em 1988, quando lançou sua candidatura à prefeita pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro - PMDB (atual MDB), sendo a segunda colocada naquele pleito, com 36,73% dos votos válidos (1.143).

Em 1992, quatro anos após sua primeira corrida eleitoral, novamente colocou seu nome à disposição do partido a uma candidatura ao executivo municipal, onde em 03 de outubro daquele mesmo ano, tornou-se a primeira e única mulher eleita para governar a terra do poeta Inácio da Catingueira, com 57,91% dos votos válidos daquela eleição. Entre as principais realizações de sua gestão (1996 - 1999), podemos destacar: a construção da Praça Paulo Montenegro Pires; a criação do Programa de Eletrificação Rural;  e a estruturação da frota de veículos do município.

Excluída a possibilidade de reeleição em virtude da legislação vigente à época, em 1996, declarou o seu apoio à candidatura do contador de sua gestão, o Sr. Rivaldo Caetano Leite, eleito com 1.923 votos (51,92%), pelo PMDB.

Em divergências internas no grupo político a respeito da composição da chapa que disputaria as eleições majoritárias, a ex-prefeita constituiu uma aliança no cenário político com o seu mais antigo rival, aquele que a antecedera, João Félix de Sousa (Dão de Candú), com que venceria as eleições municipais de 2000, com um votação de 1.823 (63,67%).  

Com uma oposição fragmentada por questões familiares e sem qualquer chance de diálogo naquela conjuntura, reflexos de articulações políticas de 2004 mudaram para sempre a história da cidade “portal do vale”. Naquela disputa, Dr.ª Zuíla (PMDB) obteve 1.075 votos (32,58%) ficando como segunda colocada, e o seu ex-genro e médico, Dr. Odir Borges (PTB), que obteve 699 votos (21,18%), em última colocação. 

No último embate eleitoral que participou diretamente, encabeçou uma chapa liderada pelo candidato do PTB, ex-vereador Petrônio Fausto, na coligação “Catingueira no rumo certo!” em que obtiveram 1.143 votos (35,13%). 

Em 2012, transmitiu a responsabilidade de guiar os destinos políticos da Família Pires ao seu neto, o jovem advogado, Bruno Pires, que posteriormente foi eleito para o cargo de vice-prefeito, na chapa da coligação “Vitória do Povo”, com uma votação de 1.758 (51,92%). 

Com uma inesperada articulação nas eleições municipais de 2016, a principal liderança feminina na política catingueirense, uniu forças ao grupo de oposição e estruturou um novo projeto político que deixaria as indiferenças familiares de lado, colocando os interesses da população em primeiro plano e o ex-genro (Dr. Odir Borges) na chefia do executivo municipal. 

Comandando o MDB por quase 30 anos, durante tal excepcional trajetória até aqui acompanhada, teve influência direta nas eleições municipais, em virtude de seu grande carisma e afeto para com todos. Desde 1988 quando ingressou na política, conseguiu eleger diversos parlamentares, entre eles alguns de seus familiares que chegaram a presidir a Câmara Municipal de Catingueira: Plácido Pires (filho) e Dr. Vivino Brunet (genro).

Por meio das redes sociais, amigos, familiares, políticos e correligionários lamentam a morte da ex-prefeita.

A Tribuna do Sertão

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Teixeira - PB Atualizado às 11h46 - Fonte: ClimaTempo
33°
Poucas nuvens

Mín. 16° Máx. 33°

Sex 31°C 17°C
Sáb 31°C 16°C
Dom 31°C 16°C
Seg 31°C 17°C
Ter 33°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias