Quarta, 20 de Outubro de 2021
31°

Poucas nuvens

Teixeira - PB

Geral Sem água

Açudes de Teixeira estão em situação crítica, diz AESA

Relatório mostra que os 4 açudes monitorados pela agência estão com nível abaixo de 5% da capacidade. Um deles está zerado.

14/10/2021 às 17h24
Por: Vitinho Galdino Fonte: Teixeira em Foco
Compartilhe:
Açude de Teixeira. Foto: Arquivo Teixeira em Foco
Açude de Teixeira. Foto: Arquivo Teixeira em Foco

Os quatro açudes de Teixeira monitorados pela AESA estão em situação crítica. Dados atualizados nos dias 12, 13 e 14 de outubro mostram que dos reservatórios acompanhados pelo órgão estão com um volume menor que 5% da capacidade total. Um deles está com o volume zerado.

As chuvas também foram poucas durante o ano. Conforme a Agência Executiva de Gestão das Águas do estado (AESA) só foram registrados 414,2mm até o momento, sem mais perspectiva de registros pluviométricos.

O abastecimento em Teixeira já está recenseado. A população mais carente é quem mais sofre. Muitos teixeirenses não tem condições de comprar água e necessitam urgentemente de uma alternativa.

Confira os dados da AESA por açude:

BASTIANA 
Capacidade máxima- 1.271,560 m³
Volume atual- 40.940 m³
Volume total- 3,22%
Data de registro-12/10/2021
 
RIACHO DAS MOÇAS
Capacidade máxima- 6.413,411 m³
Volume atual-273.111 m³
Volume total- 4,26%
Data de registro-13/10/2021
 
SABONETE
Capacidade máxima- 1.952.540 m³
Volume atual-0 m³
Volume total-0,0%
Data de registro-12/10/2021
 
SÃO FRANCISCO II
Capacidade máxima- 4.920.720 m³
Volume atual-206.642 m³
Volume total-4,20%
Data de registro-11/10/2021
 
Dados da AESA
 

Teixeira em Foco 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Teixeira - PB
Teixeira - PB
Sobre o município O principal fundador do povoado foi Manuel Lopes Romeu, o qual se passou com a família a Sabugi em meados do século XVIII. Homem dado a caçadas, foi a serra em apreço onde encontrou o manancial hoje conhecido pelo nome cacimba de baixo, ao pé da atual cidade. Sombreava a fonte, altaneiro e anoso angico, no qual zumbiam três colmeias de uma espécie de abelhas denominadas Canudos, dando o caçador ao local a expressiva denominação Olho-d'Água dos Canudos,depois abreviado em Canudos. Fonte: IBGE
Teixeira - PB Atualizado às 19h35 - Fonte: ClimaTempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 33°

Qui 33°C 18°C
Sex 32°C 19°C
Sáb 32°C 19°C
Dom 31°C 18°C
Seg 31°C 17°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias